bitcoin-diversificação-de-investimentos-bitcoin-diversificar-investir-bitcoin-vantagens-bitcoin-comprar-bitcoin-invstimento

Como o Bitcoin pode ajudar na sua Diversificação de Investimentos

18 de setembro de 2017 Escrito por Bitcoin, Dicas, Investimentos, Reportagens 0 comentarios em “Como o Bitcoin pode ajudar na sua Diversificação de Investimentos”
Conheça o Quantum!

Diversificação. Enquanto algumas pessoas defendem que a diversificação de investimentos é o caminho para fazer um investimento seguro e com menor risco, outros – como Warren Buffet – dizem que apenas diversifica quem não entende o que está fazendo. Nem tanto ao mar nem tanto à terra, esta palavra pode ser um grande dilema para a maioria dos investidores, iniciantes ou mais experientes.

Diversificação de investimentos implica em possivelmente abrir mão da possibilidade de ter maiores ganhos para ter uma segurança extra para a sua carteira. Assim, qual é a solução que pode ajudar a balancear realmente a sua carteira, defendendo seus investimentos mas sem deixar de lado maiores lucros? A resposta é o Bitcoin.

Entendendo o que é o Bitcoin

Não é porque o Bitcoin subiu mais de 60.000% desde 2012 que ele deve ser escolhido como um papel a mais na sua carteira. Devemos, antes de tudo, entender o que é o Bitcoin. Resumidamente, o Bitcoin é, ao mesmo tempo, um sistema de pagamentos e uma moeda digital. Ele não é controlado por ninguém e a transferência de recursos pode ser feita diretamente entre as pessoas, sem a necessidade de um intermediário (como um banco).

Enquanto sistema de pagamento, ele é revolucionário devido à sua tecnologia blockchain, onde as transações são criptografadas e registradas como um grande livro razão, descentralizado e inviolável. Enquanto moeda, é deflacionário, pois existe uma quantidade finita (como o ouro) e uma demanda crescente. Esta demanda maior que a oferta faz com que a relação do Bitcoin com as outras moedas cresça rapidamente, resultando nesta grande valorização que citei no começo do artigo.

E não, o Bitcoin não é uma bolha, nem pirâmide financeira. O seu valor não depende da promessa de que um dia a moeda será utilizada como meio de pagamento ou da expectativa de que mais pessoas comprarão o ativo. Ele já é efetivamente utilizado hoje por diversas pessoas e empresas como meio de pagamento e reserva de valor, e isso se deve às suas diversas vantagens – transações mais rápidas, seguras, privativas e baratas. A demanda real pela moeda já existe.

Existem algumas pessoas que também reclamam de que o Bitcoin só seja usado por criminosos ou golpistas. A moeda não apenas é utilizada para diversos fins – inclusive benéficos, como doações para ONG’s internacionais -, como também todas as moedas podem ser utilizados para fins bons ou ruins. Golpes contra o sistema financeiro existem desde quando o mundo é mundo, e nenhum sistema é protegido de pessoas. Quem pratica um crime o faz com Bitcoin, com Dólar, com Reais ou qualquer outro produto. A culpa está nas pessoas, não na moeda.

Usando o Bitcoin na sua Diversificação de Investimentos

Entendendo o que realmente é e como funciona o Bitcoin (e, se você tiver interesse, pode baixar o nosso ebook para iniciantes em Bitcoin) começa a fazer sentido a usá-lo como um elemento para a diversificação dos seus investimentos. Em uma economia onde temos o risco inflacionário, com bancos centrais do mundo inteiro imprimindo dinheiro sem controle (o chamado quantitative easing) e onde também temos riscos políticos, como os recentes casos de corrupção descobertos no Brasil e seus diversos impactos no mercado financeiro, o Bitcoin passa a ter um papel importante nos seus investimentos, pois ele não é afetado por estes elementos. Ou até é, mas positivamente, no caso da impressão de dinheiro dos bancos centrais, justamente por ele ter essa característica deflacionária e não poder ser emitido descontroladamente.

É claro, existem os seus riscos. O Bitcoin é relativamente recente (2008) e ainda é pouco conhecido pelas pessoas. Adicionalmente, ele sofre constantes ameaças de boicotes por parte dos reguladores do sistema financeiros, políticos e grandes bancos. E não, este não é um discurso contra o sistema. O fato é que, quem controla o dinheiro – e ganha com taxas, regulamentações e regras sobre o mesmo – não vai aceitar assim tão facilmente a existência de uma moeda concorrente, livre e descentralizada. Portanto, para equilibrar o risco, a resposta é diversificar.

Para abrirmos o pensamento sobre a possibilidade de fazer diversificação de investimentos com o Bitcoin, vamos analisar uma carteira hipotética, conservadora, com 80% em um investimento de renda fixa, 18% atrelados ao Ibovespa e outros 2% em Bitcoin. Uma carteira assim, considerando apenas o CDI e o IBovespa, de 2012 a agosto de 2017 anos apresentou o seguinte retorno:

 

Ano IBovespa CDI
2012 7,4% 8,4%
2013 -15,5% 8,1%
2014 -2,9% 10,8%
2015 -13,3% 13,2%
2016 38,9% 14%
2017 16,2% 7,1%

 

Já o Bitcoin saiu de U$6 em 2012 para bater cerca de U$3900 nos preços de hoje. Se sua carteira fosse de R$10.000,00 o investimento inicial em Bitcoin teria sido de apenas R$200,00. Porém, desde 2012 estes 200 reais hoje valeriam mais de 10 vezes todo o resto da carteira. A conta fica desproporcional: 2% do seu investimento teria te rendido mais de 10x todo o valor da carteira. E o seu risco? Teria sido de apenas R$200.

Ok, algumas pessoas podem argumentar o sábio fato de que ganhos passados não são garantia de ganhos futuros, e isso é correto. A moeda também era menos conhecida naquela época do que nos últimos anos. Mas, mesmo pegando apenas o ano de 2017, a moeda já apresentou um rendimento de mais de 300%, e essa valorização fica ainda maior considerando plataformas de investimento de Bitcoin, como o Quantum. Um ganho bem grande, em troca de um risco aceitável.

O investimento em Bitcoin, como em diversos outros ativos, é recomendado para o longo prazo, algo de no mínimo de 5 anos. Isso se deve ao fato de que, se analisarmos as características que fazem o Bitcoin ser tão interessante, é possível dizer que o preço está ainda apenas começando a subir. Muitas empresas e pessoas já usam a moeda, mas é uma parcela pequena da economia – aproximadamente de três a quatro milhões de pessoas – e que ainda pode crescer muito.

Mas, e se o Bitcoin eventualmente não vingar e parar de crescer tão rapidamente ou começar a declinar? Estamos falando aqui de diversificação de investimentos, certo? Você não perderá todo o seu capital, e terá corrido um risco aceitável para aproveitar uma oportunidade que raramente se apresenta aos investidores. Diversifique com Bitcoins!

A Atlas se dispõe a ajudá-lo nesse processo de diversificação com a moeda digital. Caso queira saber mais sobre como o Bitcoin funciona, você pode baixar o nosso ebook para iniciantes! Ou então, caso já queira comprar a moeda, basta clicar aqui, preencher o curto formulário e um dos nossos assessores entrará em contato para lhe auxiliar no processo!

Gostou desse post? Siga nossas redes sociais:
Conheça o Quantum!

Busca

Gostou? Segue aí!

Facebook
Twitter
LinkedIn
Follow by Email
Google+
https://atlasproj.com/blog/bitcoin-diversificacao-de-investimentos/">
logo_rodape

ENTRE EM CONTATO

Copyright 2017 Atlas Project. All rights reserved.