Bitcoin e tecnologia, bitcoin, btc, tecnologia do bitcoin, blockchain

Bitcoin e tecnologia: entenda a inteligência por trás!

4 de janeiro de 2018 Escrito por Bitcoin, Segurança, Tecnologia 0 comentarios em “Bitcoin e tecnologia: entenda a inteligência por trás!”
Ebook para iniciantes em Bitcoin

Bitcoin e tecnologia são termos com íntima ligação, essa moeda digital trouxe inovações que conseguem garantir máxima segurança, eficiência e agilidade nas transações online, é por essa razão que ela se mantém como um investimento sólido, duradouro e excepcionalmente lucrativo.

A tecnologia que consiste na base para a existência do Bitcoin chama-se Blockchain, essa novidade revolucionária não somente garante o funcionamento da criptomoeda em tela, como também alterará drasticamente o futuro dos investimentos de forma generalizada.

No presente artigo, nós expomos uma explicação detalhada e objetiva de tudo o que precisa saber sobre o Blockchain, desde seu conceito básico até como ele se opera na prática. Acompanhe!

O que é Blockchain?

Também chamado de protocolo da confiança, é uma tecnologia que visa assegurar a segurança nas transações do Bitcoin.

Sua programação se resume em uma estrutura de dados, que registra o envio e recebimento de informações entre as partes que efetuam compras e vendas da moeda. Porém, sem a necessidade do intermédio de um banco, instituição ou qualquer outra entidade.

Os mineradores — indivíduos que realizam validação dos dados — enviam, constantemente, blocos com dados das transações compiladas e criptografadas. Por essa razão, a tecnologia é chamada de Blockchain, que se traduz como “corrente de blocos” no português.

Ao efetuar qualquer transferência de Bitcoins, as informações são compartilhadas, conferidas e validadas entre inúmeros computadores — chamados de nós. Se a maior parte deles não reconhecerem a movimentação realizada, a transferência de valores será negada.

Com isso, há uma descentralização da segurança, fazendo com que milhares de indivíduos ajam conjuntamente para verificar a autenticidade da negociação, tudo de forma instantânea e automática pelo sistema instalado em diferentes máquinas.

Como ele surgiu?

O Blockchain foi concebida dentro do código fonte do Bitcoin. Seu conceito foi levado ao público pela primeira vez em 2008, com a publicação do artigo “Bitcoin: A peer-to-peer electronic cash system”, escrito pelo pseudônimo Satoshi Nakamoto.

Entretanto, foi a partir de 2009, mesmo ano que foram emitidas as primeiras Bitcoins, que seu código foi lançado de forma aberta, para que qualquer indivíduo pudesse entender como sua programação se opera.

Diversas falhas foram encontradas dentro de seu complexo matemático, por essa razão, no ano de 2014, foi criado o “Blockchain 2.0”, uma nova versão do programa mais sofisticada, completa e que consegue executar todas suas funcionalidades de forma plena.

Quais são suas funcionalidades?

Para que o Blockchain possa alcançar seus objetivos, foi necessário incluir e adaptar em sua estrutura diversos programas, com diferentes funcionalidades. Confira, a seguir, quais são essas tecnologias:

Conexão P2P

A conexão peer-to-peer ou P2P, basicamente, consiste em uma forma de compartilhar informações, arquivos, tarefas entre computadores. Entretanto, a interligação atua de forma conjunta entre todos os usuários, fazendo com que cada um deles atue como um servidor e utilizador, simultaneamente.

É graças a essa tecnologia que não há um servidor central do Bitcoin, desde que exista um indivíduo com o Blockchain em sua máquina, existirá um provedor do serviço.

Banco de dados

O programa também atua como um banco de dados que detém as transações relacionadas ao Bitcoin. Porém, todos os dados são encriptados, ou seja, você não consegue ler as informações de forma clara, apenas o sistema interno do Blockchain pode fazê-lo.

Mineração

O programa permite que os mineradores utilizem computadores poderosos para resolverem complexos problemas matemáticos, os quais dificultam a falsificação das moedas. Aquele que consegue fazê-lo, cria um bloco de cálculos que é enviado aos servidores e é recompensado com uma moeda.

Dessa forma, para que um criminoso consiga falsificar dados, será necessário decodificar todos os blocos da história do Bitcoin, além de acompanhar em tempo real as novas codificações que surgem a cada minuto.

Transações

Por fim, a tecnologia também permite transações entre os usuários, possibilitando a troca, venda e compra de Bitcoins entre si.

Como é seu funcionamento na prática?

Primeiramente, ao realizar a instalação do Blockchain em seu computador, será feita uma cópia de todas as transações do Bitcoin realizadas até o momento.

Na ocorrência de qualquer comercialização, o histórico da moeda será atualizado no registro, por essa razão o tamanho do arquivo que contém o banco de dados se tornará mais pesado com o passar do tempo.

Quando você efetua uma transação de Bitcoin, haverá a assinatura digital da operação com sua chave privada, o programa estudará os códigos nela inseridas para confirmar sua validade e consultará o banco de dados, se as informações forem averiguadas, a transação será permitida, caso contrário, será negada.

Nesse momento, o Blockchain confirmará o ato e gerará o código da transação, que contém os dados da operação como data, hora, assinatura, valor entre outros elementos relevantes. Esse registro é imutável, ou seja, é impossível que um hacker o altere.

Todos os passos acima ocorrem de forma completamente sigilosa, anônima e codificada, portanto, você pode ficar completamente confortável quanto a sua segurança.

Quais são os benefícios para Bitcoin e tecnologia em geral?

O Blockchain foi designado para trazer benefícios específicos ao Bitcoin, porém, eles também se aplicam a qualquer tecnologia que tentam se assimilar a ela. As vantagens mais marcantes são:

  • eliminação de intermediários: a rede P2P suprime a necessidade de um servidor central que intermedeia as informações;
  • facilidade: tudo é realizado de forma automática, exigindo poucos cliques dos usuários;
  • integridade: o processo é realizado de maneira uniforme, por todos utilizadores;
  • qualidade dos dados: os dados gravados são completos e precisos;
  • segurança: todas as informações são autenticadas e confirmadas por inúmeras máquinas, aumentando exponencialmente a fiscalização das transações;
  • velocidade: sem um intermediador, a transferência é instantânea e independente.

Quais são os principais obstáculos a serem enfrentados?

Por ser uma novidade tecnológica, o Blockchain encontra alguns desafios a serem enfrentados para que atinja todo seu potencial e seja aceito pelos investidores de forma plena.

Um dos problemas que ainda não têm solução se resume no elevado consumo de energia, pois aqueles que mineram Bitcoins precisam de computadores com grande poder de processamento para fazê-lo.

A falta de regulação por um governo ou instituição pode ser uma contrariedade para muitos, pois como a moeda tem seu valor definido pela oferta e demanda, ela sofre com quedas e altas constantemente. Entretanto, não são todos usuários que acreditam que isso seja um problema.

Por fim, o maior obstáculo consiste na adoção cultural, como a novidade ainda gera inseguranças quanto à sua veracidade e segurança, será preciso tempo até que todos percebam seus benefícios e confiem em adotá-la.

Onde mais pode ser utilizado?

Essa tecnologia já está gerando reflexos em campos tecnológicos e econômicos ao redor do mundo. Instituições bancárias estão estudando formas de se beneficiarem com as concepções do Blockchain, criando suas próprias criptomoedas, pois elas trazem muito mais segurança e economia que as moedas convencionais.

O programa também inspirou a criação do Hyperledger, que é um projeto que busca unificar as transações realizadas entre indústrias globais, fazendo-as operarem da mesma forma que o programa em tela.

Com todas as informações expostas, conclui-se que Bitcoin e tecnologia são termos que andam lado a lado, em pouco tempo os moldes de transações trazidos pelo Blockchain se tornarão padrão no Brasil e no Mundo. Após a leitura deste artigo, você terá muito mais segurança e assiduidade ao optar por investir em criptomoedas.

Agora que você entende o Bitcoin e tecnologia funcionam, entre em contato com a Atlas Project para lucrar com segurança e praticidade!

Gostou desse post? Siga nossas redes sociais:
Conheça o Quantum!
Tags: , ,

Busca

Gostou? Segue aí!

Facebook
Twitter
LinkedIn
Follow by Email
Google+
https://atlasproj.com/blog/bitcoin-e-tecnologia/">
logo_rodape

ENTRE EM CONTATO

Copyright 2017 Atlas Project. All rights reserved.