Revolução bitcoin Sistema de Pagamentos (1)

O papel do Bitcoin na revoluçao do sistema de pagamentos

20 de dezembro de 2017 Escrito por Bitcoin, Blockchain, Reportagens, Tecnologia 0 comentarios em “O papel do Bitcoin na revoluçao do sistema de pagamentos”
Conheça o Quantum!

Recentemente uma revista de grande circulação no pais entrevistou uma das empresas lideres na gestão de pagamentos eletrônicos no Brasil. O tema em questão? A perda de relevância do dinheiro. Muito se fala que o dinheiro em papel esta para acabar e que caminhamos para um mundo 100% eletrônico. De fato, a Suécia já não imprime mais papel moeda e a Dinamarca está caminhando para a mesma direção. Mas o que mais chamou a atenção na entrevista foi um elemento: a blockchain ou o Bitcoin não foram citados em nenhum momento.

De fato, se estamos para presenciar alguma grande revolução no sistema de pagamentos, este não virá com a extinção da impressão de papel moeda ou com a digitalização do dinheiro fiat. Esta revolução virá com uma versão puramente peer-to-peer de dinheiro eletrônico pode permitir o envio de pagamentos online diretamente de uma parte a outra sem a intermediação de uma instituição financeira. E isto já é o que representa a tecnologia por trás do Bitcoin. Vamos entender os principais pontos da entrevista.

A primeira pergunta da reportagem destaca que mesmo em países altamente tecnológicos, como o Japão, ainda se usa papel e moedas. Sim, de fato. Mas o que não foi dito é que o Japão é um dos países lideres na adoção do Bitcoin como forma de pagamento e como moeda alternativa ao Iene. E para o mesma caminho seguem países com a Coreia do Sul.

Na sequencia temos o questionamento se esta solução digital é um caminho que vale para o Brasil, que tem dimensões continentais. A digitalização independe das dimensões geográficas ou populacionais de um pais. Entretanto, é obvio se você imaginar que a logística de distribuição e gerenciamento da oferta monetária pode ser proporcional a estes elementos, países como Brasil, Russia, EUA ou Canada com certeza seriam muito beneficiados. E a principal barreia que existe para o atual sistema de pagamentos, que é a transferência de valores entre países diferentes, é totalmente eliminada com a adoção das cripto moedas. O que é preciso é um sistema de pagamentos eletrônicos baseado em provas criptográficas que em vez de confiança, permita que duas partes interessadas em fazer transações diretamente as façam sem a necessidade deste intermediário. Transações que são computacionalmente impraticáveis de reverter podem proteger os vendedores de fraude, além do que serviços de proteção poderiam ser facilmente implementados para proteger os compradores. Isto é a blockchain e o Bitcoin. Isso é o real avanço na tecnologia de pagamentos eletrônicos, outro ponto que foi levantado na entrevista, mas que não menciona a tecnologia.

Na sequencia da entrevista é abordado o grande problema com fraudes. De fato, estima-se que 5% do PIB global é perdido todos os anos com fraudes. E aqui entra mais um ponto positivo para o Bitcoin. As transações gravadas na blockchain são imutáveis porque não podem ser excluídas ou alteradas. Antes que uma transação possa ser anexado ao bloco, os participantes da rede devem concordar que a transação é válida através de um processo chamado consenso. O bloco recebe um carimbo de data / hora, protegido através da criptografia e vinculado ao bloco anterior na cadeia. Embora você possa criar uma nova transação para alterar o estado de um recurso, ele simplesmente será adicionado à cadeia e a gravação original ainda estará acessível. Então, ao usar a blockchain, você pode ver a proveniência de um bem, incluindo de onde ele veio, onde foi, e quem teve sua propriedade. E este é o melhor mecanismo para  prevenção de fraudes nos meios de pagamentos eletrônicos.

Tal como acontece com muitas tecnologias disruptivas, pode ser necessário uma abordagem totalmente diferente para realmente cumprir a promessa da blockchain. As maiores histórias de sucesso da Blockchain estão atualmente em resolver diferentes problemas, como o rastreamento da cadeia de produtos, a descentralização do funcionamento de uma empresa ou a colaboração de dados maciços, mantendo a privacidade. Dado que todos os bancos precisarão ser empresas de tecnologia no futuro, então talvez os mesmos possuam projetos que são menos relacionados à proteção das transações financeiras e mais sobre bloqueio para tecnologias digitais transformadoras. O setor de meios de pagamentos também vem enfrentando várias mudanças, incluindo novo marco regulatório e a entrada de competidores. Esta outra questão levantada na entrevista é fundamental para entender o porque o Bitcoin ainda não possui um alcance maior: ele é o principal concorrentes dos bancos e das grandes empresas intermediadoras de pagamentos, como Paypal, Mastercard ou Visa. Como toda concorrência, um dos lados terá que se provar como o provedor da tecnologia que realmente beneficiará o mercado. Por ora, o Bitcoin vem cumprindo este papel e ganhando popularidade a cada dia, não apenas devido à sua valorização, mas devido ao aumento da percepção de seus benefícios enquanto tecnologia. E a Atlas Project é uma das empresas que pioneiramente oferece soluções de investimento em Bitcoins.

Gostou desse post? Siga nossas redes sociais:
Conheça o Quantum!
Tags: , , , ,

Busca

Gostou? Segue aí!

Facebook
Twitter
LinkedIn
Follow by Email
Google+
https://atlasproj.com/blog/bitcoin-sistema-de-pagamentos/">
logo_rodape

ENTRE EM CONTATO

Copyright 2017 Atlas Project. All rights reserved.