mineracao-bitcoin

Mineração de Bitcoin: entenda a importância da função hash

11 de julho de 2018 Escrito por Bitcoin, Mineração 0 comentarios em “Mineração de Bitcoin: entenda a importância da função hash”
Conheça o Quantum!

Sabia que a criação de um CPF ajuda a explicar o que é a função hash? Isso mesmo! Para fazer a certidão dos contribuintes, um computador elabora uma combinação de números. Os dois últimos, chamados de dígitos verificadores, surgem a partir dos nove primeiros.

No universo das criptomoedas, essa numeração final seria o equivalente ao hash, que consiste em um resumo numérico de uma informação da rede. Leia o nosso artigo e entenda de uma vez por todas qual é a importância da função hash para os Bitcoins!

O que é função hash

Como vimos, o hash é o resumo matemático de uma mensagem original. Esse código é determinístico, ou seja, sempre será gerado para o mesmo item. A partir disso, é possível entender qual é a função do hash para a mineração de Bitcoins.

Já imaginou se alguém tentar usar o mesmo número do seu CPF, mas com o dígito verificador diferente em alguma transação? Automaticamente, o computador irá identificar a fraude, pois o cálculo matemático não será correspondido.

O mesmo acontece com os hashes. Estes códigos servem, portanto, para garantir a integridade da mensagem.

Propriedades do hash

O hash possui algumas propriedades que fazem dele um código tão seguro. É possível calculá-lo a partir da mensagem original. Por outro lado, com o resumo numérico em mãos, é improvável descobrir a informação da qual ele se originou. Portanto, esse tipo de operação matemática é unidirecional.

Outro fator importante para entender esse assunto diz respeito às alterações. Por menor que seja a mudança no arquivo, o hash será alterado completamente. Diante de tantas possibilidades de combinações, pode-se dizer ainda que é quase impossível duas entradas diferentes darem origem ao mesmo algoritmo.

Qual é a importância do algoritmo para o bitcoin?

Os algoritmos são responsáveis por garantir a validade das transações envolvendo Bitcoins. Cada bloco de dados da Blockchain possui um hash, o que impede que as informações sejam violadas.

Além do próprio hash, os blocos contam ainda com o hash do bloco anterior. Dessa forma, para alguém conseguir invadir o sistema da moeda digital é preciso quebrar a criptografia de, ao menos, dois blocos que estejam ordenados.

mineracao-bitcoin-2

A função hash e a mineração

Na prática, a mineração de Bitcoins é o processo pelo qual se valida as transações que ocorrem na Blockchain. Para isso, os mineradores utilizam o algoritmo hash SHA256, capaz de fornecer segurança ao registro público.

A validação é feita por meio da resolução matemática dos hashes. Pode-se dizer que essa é a principal — e mais difícil — missão dos mineradores. Assim que um hash é emitido, os mineradores começam a tentar decifrá-lo. O primeiro a conseguir o feito é quem recebe a recompensa na forma de Bitcoins.

Depois de quebrar o hash, o minerador deve avisar toda a rede, para que ela confirme a operação. Embora a resolução do cálculo não seja tão simples de ser encontrada, ela é fácil de ser verificada quando já se tem o resultado.

O que significa minerar Bitcoins?

Em termos computacionais, minerar significa descobrir a resposta para uma questão matemática. No caso dos Bitcoins, é o mesmo que encontrar a solução para o hash.

A mineração ocorre, basicamente, porque as moedas digitais não possuem uma instituição intermediária. Assim, os valores são trocados livremente entre os usuários, o que gera menos custos na guarda das moedas, já que não há taxas adicionais.

Nesse contexto, os mineradores atuam em conjunto para garantir a segurança das transações. Sempre que alguém realiza uma operação, os membros da rede precisam atestar a veracidade das informações para dar prosseguimento ao ato.

Ao usarem o Bitcoin Miner e decodificarem o hash, os mineradores são recompensados com porcentagens da moeda em questão. Portanto, esse é o maior objetivo deles.

Decodificando o hash

Para os mineradores, decodificar o hash é o mesmo que encontrar um tesouro. Afinal, o valor que pode ser ganho é alto.

Quando o Bitcoin surgiu, a recompensa era de 50 Bitcoins. Já em 2016, esse número caiu para 12,5 btc, mas ainda era atraente. Essa diminuição tem ocorrido por causa de um fenômeno chamado halving.

O halving evita a inflação da moeda digital e ajuda a controlar a sua circulação. O Bitcoin foi criado para atingir o máximo de 21 milhões de moedas. Por isso, o criador pensou na redução da recompensa para que, aos poucos, o Bitcoin começasse a ter sua produção desacelerada.

Portanto, tudo foi planejado para que a moeda digital não sofresse oscilações de produção ou quantidade disponível, como acontece com as moedas físicas. Isso explica por que comprar Bitcoin tem se tornado tão fascinante e tem atraído a atenção de tantos investidores.

Que tal saber mais sobre esse assunto? A Atlas Quantum pode ajudar você nisso. Descubra como quais são as tendências econômicas e invista em Bitcoin!

Gostou desse post? Siga nossas redes sociais:
Conheça o Quantum!

Busca

Gostou? Segue aí!

Facebook
Twitter
LinkedIn
Follow by Email
Google+
https://atlasproj.com/blog/mineracao-de-bitcoin-entenda-importancia-da-funcao-hash/">
logo_rodape

ENTRE EM CONTATO

Copyright 2017 Atlas Project. All rights reserved.