22_11_5dicas

Dicas de segurança para investir em criptomoeda

5 de janeiro de 2018 Escrito por Atlas, Bitcoin, Dicas, Segurança 0 comentarios em “Dicas de segurança para investir em criptomoeda”
Conheça o Quantum!

O bitcoin, concebido para ser uma criptomoeda cuja custódia possa ser mantida com o dono sem a necessidade de terceiros (como bancos) inevitavelmente atrairia a atenção de vários produtos de investimentos.

            Vários mercados já estão aderindo a essa modalidade. A mais recente notícia foi a de que a maior bolsa de mercados futuros do mundo anunciou um índice de futuros cotado em bitcoin. Antes dela, a Poloniex, maior exchange de criptomoeda do planeta, já oferecia a opção de lending (empréstimo), na qual os clientes podem emprestar suas moedas a juros que variam de acordo com a oferta e demanda – mesma função que existia na Bitfinex em dólares. A Atlas trabalha com arbitragem de bitcoin e possibilita aos clientes deixarem seus bitcoins para renderem juros mensais, com o diferencial de ter uma equipe ágil no suporte e solução de dúvidas.

            Essas são apenas algumas amostras de um mercado cujo potencial de crescimento segue em nível exponencial – assim como as preocupações com a segurança.

Cultura de Schrödinger

            A maioria dos investidores do mercado de criptomoeda possui o que podemos chamar de cultura de Schrödinger: assim como o gato do famoso experimento está vivo e morto ao mesmo tempo, quem tem alguma criptomoeda possui apreço e aversão pelo risco.  O apreço vem pelo fato de adquirir um ativo volátil e sujeito a riscos como o bitcoin; já a aversão está no fato de que quem possui a moeda fica extremamente desconfiado em aplicar seus fundos em um investimento, qualquer que seja.

            Parte desse receio tem fundamento: com as quedas de empresas como Mt. Gox as pessoas fogem de qualquer fundo de investimento, tanto por medo de que tais acontecimentos se repitam, quanto por receio de que uma possível intervenção de órgãos reguladores (como a CVM e a SEC) possa implicar no fechamento da empresa – o que poderia levar à perda dos bitcoins investidos. O investidor prefere manter a moeda parada em uma paperwallet ou hard wallet segura, lucrando a valorização do ativo em termos da moeda nacional, do que tomar tais riscos.

            No entanto, mesmo esses riscos podem ser mitigados com algumas medidas de precaução que não só protegerão o investimento, como também vão gerar lucros no longo prazo.

Investindo com segurança

            Como todo e qualquer investimento, criptomoedas precisam ser analisadas com cuidado. Se um investidor não conhece os fundamentos de segurança de uma criptomoeda, é preferível que nem invista nela antes de conhecê-los.

            Em relação a empresas e fundos de investimento, é possível tomar alguns cuidados e manter a segurança de seus fundos. Eis uma lista abaixo:

  • Verifique a idoneidade da empresa

Esse é o principal. Verificar o site da organização, as informações disponíveis, a rapidez no suporte e, principalmente, a reputação dela no mercado. Sempre peça informações nos grupos antes de investir em um lugar: a comunidade tende a ser bastante unida contra fraudes, especialmente nos últimos anos, o que vem tornando mais difícil a ação de golpistas.

  • Cheque os sistemas de segurança

A empresa possui autenticação em dois fatores (2FA)? Se não possuir, fique longe! Essa identificação é uma das principais formas de evitar que um hacker possa acessar as contas dos clientes e mover fundos sem a autorização e conhecimento dos mesmos. Nunca invista em um local que não a possui.

  • Veja se a empresa tem solvência

Quase todas as exchanges possuem bitcoins guardadas em uma cold wallet. Essa carteira, armazenada offline, e os fundos nela guardados funcionam como uma margem de segurança para que, em caso de um eventual roubo de fundos, a empresa possa ressarcir os clientes lesados ou garantir a liquidez das operações. A chave pública dessa wallet normalmente é disponibilizada para os clientes que quiserem consultar a solvência da empresa, como uma forma de passar credibilidade ao mercado.

  • Nunca forneça sua chave privada a ninguém

Para quem usa paperwallet, essa dica é essencial. A chave privada é a senha através da qual o investidor pode sacar seus fundos de uma paper para uma carteira convencional. Se ela for entregue a outra pessoa, os fundos armazenados na carteira certamente estarão em risco. Nunca passe sua chave privada para nenhuma pessoa ou empresa.

  • Nunca invista um valor que não possa perder

Regra básica de qualquer investimento: se não se sente seguro em aplicar seu dinheiro em algo, não o faça de uma só vez. Comece aplicando pequenos valores, teste a plataforma, conheça a empresa e, se começar a ver que são de boa-fé, aplique quantias maiores. Porém, se uma perda de 5 mil reais pode deixar você em uma situação desconfortável, então nunca ponha mais do que 5 mil reais em um investimento. Saiba respeitar seus próprios limites.

Conclusão

            Todos nós gostamos de ver o nosso dinheiro trabalhando e gerando mais dinheiro. O bitcoin, cujo valor tem disparado nos últimos meses, fornece duas oportunidades de fazer isso: a valorização da criptomoeda e a rentabilidade em investimentos.

            Investindo de forma segura, respeitando os seus limites pessoais de tolerância e verificando a segurança e idoneidade da empresa, não há razão para deixar os seus bitcoins – ou partes deles – parados. O dinheiro deve trabalhar para você, não o contrário.

Gostou desse post? Siga nossas redes sociais:
Conheça o Quantum!
Tags: , , ,

Busca

Gostou? Segue aí!

Facebook
Twitter
LinkedIn
Follow by Email
Google+
https://atlasproj.com/blog/seguranca-investir-em-criptomoeda/">
logo_rodape

ENTRE EM CONTATO

Copyright 2017 Atlas Project. All rights reserved.