segwit

Tudo o que você precisa saber sobre SegWit

3 de julho de 2018 Escrito por Uncategorized 0 comentarios em “Tudo o que você precisa saber sobre SegWit”
Ebook para iniciantes em Bitcoin

Você já tentou baixar uma música no seu celular, mas não tinha mais memória? Então, teve que apagar umas fotos, uns aplicativos que não usava mais, para liberar mais espaço? Pois bem, Bitcoins também precisam de espaço, e é por isso que o SegWit existe para ajudar as coisas acontecerem!

Para as transações de Bitcoin acontecerem, elas dependem da Blockchain. Essa tecnologia é responsável por validar as transações que acontecem com a criptomoeda. Mas, será que é possível lidar com tantas transações acontecendo ao mesmo tempo? Graças ao SegWit, sim.

Afinal, o que é SegWit e por que foi criado?

SegWit, abreviação de Segregated Witnesses, foi a solução encontrada pelo software do Bitcoin para corrigir a flexibilidade da Blockchain, a fim de tornar a transação dessa criptomoeda mais fácil.

Mas, para entender o que isso significa, é preciso voltar um pouquinho no tempo: a Blockchain é separada por blocos de transações que ficam armazenados ali e fazem com que tudo funcione.

Esses blocos tinham o limite de 1MB, que permitiam fazer de três a sete transações por segundo. Antes, esses megabytes eram suficientes para suprir a demanda de transações. Porém, com o crescimento dessa criptomoeda, isso era muito pouco, e a Blockchain começou a ficar congestionada.

Por meio de uma atualização que altera restrições antigas,chamada soft fork, o SegWit entra em cena. Essa alteração no sistema é compatível tanto com Bitcoin Core quanto com novos blocos criados.

Isso significa que com o SegWit é possível aumentar a capacidade dos blocos da Blockchain sem necessariamente entrar em conflito o que já estava programado ali, a fim de suprir a demanda e fazer com que as transações fossem mais rápidas e eficazes.

Como funciona o Segregated Witnesses?

Vamos imaginar que o Segregated Witnesses funciona como um cheque de banco, em que existe um espaço que é preciso escrever de quem é o cheque e para quem vai. Na Blockchain, inicialmente, é a mesma coisa.

O papel do SegWit é fazer com que não exista destinatário e remetente dentro da Blockchain. Você deve estar se perguntando o que tudo isso tem a ver com o tamanho dos blocos, certo?

Cada bloco, antes do SegWit, tinha um número limite de transações codificadas. Com o aumento da movimentação, os usuários começaram a ter que esperar  em uma “fila” para concluir o processo.

Além da capacidade do aumento dos blocos, há mais maleabilidade nas transações de Bitcoins, ou seja, tudo fica muito mais protegido.

Prós e contras do SegWit

O SegWit ainda está em aceitação no mercado, então existem alguns argumentos de que essa atualização ainda não será suficiente para suprir as demandas do mercado e está prometendo muito mais do que realmente tem capacidade.

O maior problema nisso tudo é político. Com uma maior maleabilidade do mercado, é possível abrir caminho para novos canais de pagamento. Assim, tudo é feito por fora, sem passar pelo Bitcoin network.Consequentemente, as taxas das transações não são repassadas aos mineradores da Blockchain.

Mas, em contrapartida, especialistas em Bitcoin se mostram muito positivos com relação ao futuro do SegWit, alegando que essa técnica tem competência, sim, para se manter no mercado.

O que é SegWit2x?

Mesmo com o SegWit resolvendo algumas disfuncionalidades da Blockchain, o número de transações ainda era imenso. Então essa tecnologia acaba sendo insuficiente para aumentar a capacidade de blocos menores.

Então, o SegWit2x  — maior atualização depois do SegWit — foi criada com o objetivo de aumentar ainda mais a capacidade dos blocos da Blockchain para Bitcoin e fazer com que não haja tanta fila de espera e atenda a demanda dos usuários.

Mas, mesmo assim, essa segunda versão ainda passa por problemas para a sua validação, principalmente com relação à  segurança da moeda. É uma solução possível para o seu crescimento, mas pode ser que não seja o único.

Conclusão

Para que a SegWit entre de fato em ação, ela precisa estar presente em todas as carteiras para a transação funcionar, no entanto, isso ainda não ocorreu. Então, a tendência é de que quanto mais carteiras adotarem o SegWit, mais essa atualização se disseminará.

E, além disso, as taxas de transação diminuirão, pelo simples fato de que os blocos da Blockchain estarão mais flexíveis. Talvez esse processo demore um pouco, mas não deixa de ser mais um passo dado pelo mercado das criptomoedas.
Comprar Bitcoins ainda é uma novidade para alguns, mas não deixa de ser um investimento que pode proporcionar muita rentabilidade. SegWit é só um pedacinho de toda uma estrutura que está em volta dessa criptomoeda. Quer saber mais e entender como esse universo funciona? Fale com o Atlas Quantum!

Gostou desse post? Siga nossas redes sociais:
Conheça o Quantum!

Busca

Gostou? Segue aí!

Facebook
Twitter
LinkedIn
Follow by Email
Google+
https://atlasproj.com/blog/tudo-o-que-voce-precisa-saber-sobre-segwit/">
logo_rodape

ENTRE EM CONTATO

Copyright 2017 Atlas Project. All rights reserved.